terça-feira, 6 de agosto de 2013


A dúvida permanece, a desordem instala-se e a desorientação ergue-se diante toda a balbúrdia mental. Estou radiante e feliz porque finalmente tive a ousadia de por algo que me atormenta à dois anos para trás das costas mas ao mesmo tempo peco porque endureci o coração e reflete-se na mudança, temporária ou não, da minha personalidade.

5 comentários:

  1. Fiquei com a sensação de que o que escreveste está totalmente em sintonia com o que escreveste. Estás a pensar demais, isso é bom ou mau?
    BIG BLACK HOLE

    ResponderEliminar
  2. As nossas ações têm sempre consequências, nem se sejam apenas essas duvidas que nos surgem. Se, por um lado, há algo que nos magoa, é ótimo quando o deitamos para trás das costas, mas, por outro lado, isso faz sempre mossa. Como tu dizes, "endurece o coração". Mas talvez faça parte

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Oh querida isso de deixar coisas para trás faz parte :x Custa, altera-te, aprendes e sofres com isso mas tem de ser. Não podemos andar com tudo atrás. Ficam as memórias que são mais leves. Força! Tenho a certeza que o que está para vir vai ser melhor! :D

    ResponderEliminar